Blog da Menno

Produtos
24.10.18

Desumidificador de Papel: Qual a sua importância?

Desumidificador de Papel: Qual a sua importância

Trabalhar com impressão e estamparia tem suas dificuldades, podendo ou não ser ocasionadas por causas naturais como clima, temperatura, entre outras.

Imagine o cenário… Você está prestes a concluir um belíssimo trabalho artístico, envia o projeto para a impressão na espera do melhor. Mas quando você retira o papel sublimático, algo terrível acontece… Há uma linha com vários pontinhos pretos.

Bem, para entender o porque disto acontecer é primeiro necessário entender como funciona um desumidificador de papel. E para isso é só continuar a leitura!

Como funciona o Desumidificador de Papel?

O uso do desumidificador de papel é recomendado por que é muito importante que o papel esteja completamente seco para não interferir no processo de impressão ou sublimação.

O processo de sublimação é quando a tinta sublimática passa do estado sólido (imprensa no papel) para o gasoso (durante a prensagem) sem passar pelo estado líquido (que ocorre com facilidade se o papel estiver úmido).

O desumidificador aquece o papel ao ponto de evaporar toda umidade contida nele, além de protegê-lo em seu interior contra a umidade do ambiente.

Qual a diferença de um Desumidificador de Papel e uma Estufa para Papel?

Assim como o Desumidificador de Papel, o uso de uma Estufa também é recomendado para os casos acima.

A principal diferença entre os dois equipamentos está na estrutura e na temperatura.

Os desumidificadores de papel trabalham com temperatura de 25ºC a 35ºC, possuindo um baixo consumo de energia e sendo possível deixá-lo ligado o dia inteiro.

Logo, por ter baixa temperatura, será necessário esperar mais tempo para o papel em seu interior perder umidade por completo. Por conta disso é recomendado que o papel fique constantemente dentro do equipamento ligado.

Já a Estufa para Papel trabalha com temperaturas mais elevadas, geralmente beirando os 60ºC. Em seu uso contínuo deve ser avaliado o consumo de energia e lembre-se de verificar a voltagem do equipamento.

Como dito anteriormente a principal diferença dos equipamentos está na estrutura. A maioria das estufas são fabricadas em MDF enquanto que grande parte dos desumidificadores são feitos com uma estrutura mais leve de plástico.

Para solucionar o problema de papel com umidade, ambos equipamentos são qualificados, você precisa decidir apenas qual o melhor modelo para sua forma de trabalhar e localidade. Um detalhe importante é que se você mora em regiões mais frias e úmidas a estufa de papel será mais eficiente, contudo consumirá mais energia.

Veja neste post onde encontrar os melhores desumidificadores de papel com o melhor preço!

A importância do Desumidificador de Papel

Bem, agora que sabemos como funciona o equipamento e qual a diferença entre uma estufa para papel, vamos ao recheio do bolo! Qual a importância do desumidificador de Papel?

Um desumidificador serve basicamente para retirar a umidade do papel. Isso acontece para prevenir que impressões e fotocópias sejam danificadas durante o processo que passam dentro das impressoras. Um papel sem umidade evita que suas impressões fiquem com marca de rolete por conta do seu equipamento de impressão, esta marca de rolete só fica no papel devido a umidade contida nele.

Problemas do papel úmido

O papel úmido possui grandes chances de extravio quando os rolamentos da impressora puxam a folha para alimentação. Quanto menos isto acontecer, menos tempo você gasta com manutenção de equipamentos, mas para evitar extravios é necessário que o papel esteja em perfeitas condições.

Os desumidificadores são produtos destinados a retirar de umidade de folhas de papel sulfite, usadas nas máquinas fotocopiadoras, impressoras a laser e jato de tinta. Estes equipamentos possuem resistência blindada que controlam a temperatura interna. Diferente dos desumidificadores com resistência de lâmpada, que possuem chances maiores de amarelar suas folhas após o processo de desumidificação do papel.

Energia

Verifique se o equipamento possui sistemas anti-falhas, que garantem a segurança do usuário e de seus documentos, como: termostato automático com temperatura limite de 42ºC, o desumidificador pode ser utilizado por 24h e para quantas folhas forem necessárias.

Existem no mercado equipamentos Bivolt (100v – 240v). Com este tipo de resistência você terá mais acessibilidade e integridade produto, pois reduz que o mesmo sofra danos por conta de oscilações na rede elétrica ou por confusões ao identificar a tensão da rede elétricas de seu ambiente de trabalho.

Tempo e Economia

O tempo para retirada completa de umidade do papel depende muito da quantidade de folhas no maço, da temperatura ambiente e do tipo de composição do material. O papel A3 e o papel A4 pode levar até 20 min.

Os desumidificador de papel é um equipamento que vai te fornecer um grande economia, de diversas maneiras:

  • Economize tempo: suas dimensões internas permitem que sejam armazenadas até 1500 folhas do tamanho A3, 3000 unidades de papel A4 ou 3000 unidades de papel de carta. Isso evita que o processo tenha que ser repetido várias vezes em pequenos lotes.
  • Economize energia elétrica: seu conjunto de aquecimento trabalha com termostato automático que eleva a temperatura e até 42ºC por meio de sua resistência blindada que consome menos que as tradicionais lâmpadas incandescentes usadas em caixas de madeira e dispensa gastos com substituição de lâmpadas.
  • Economia de papel: ao invés de descartar as folhas úmidas e substituí-las por um novo lote, você pode desumidifica-las para utilizar em suas impressões ou fotocópias.
  • Economia com visitas técnicas: reduza o custo de manutenção dos equipamentos, evitando que folhas tranquem no interior de sua fotocopiadoras. Um dos grandes problemas da umidade no papel é a grande probabilidade de se romper e interromper o processo de algum mecanismo dentro de seu equipamento de impressão.

O que deixa o papel úmido?

  • Armazenar o papel em locais úmidos e arejados – estocar papel em ambientes próximos a cômodos que fornecem umidade ou com grande circulação de ar , principalmente em regiões com clima chuvoso, aumentam as chances do papel ficar úmido;
  • Embalagem do maço danificada ou abertas – as embalagens servem para evitar que o papel fique úmido, porém é preciso ficar atento para que a mesma não esteja danificada ou completamente aberta;
  • Executar péssimas práticas de higienização no ambiente de estoque – limpar o ambiente de estoque com água ou panos úmidos aumentam as chances de umidificação do papel. Quando for necessário realizar a limpeza do ambiente o recomendado é limpar estes estoques com vassouras ou aspiradores de pó.
  • Transporte do papel: a troca de um ambiente para outro deve ser feita com cautela, principalmente se for necessário transportá-lo por veículo, pois é possível que o papel acumule umidade novo ambiente. Recomenda-se transportar o material devidamente embalado.

Há diversos outros motivos que podem aumentar a umidade do papel, mas seguindo estas recomendações é possível minimizar esse problema. Mas se caso aconteça, certifique-se de possuir um desumidificador de papel.

O que fazer quando ocorrer o atolamento de papel?

Trabalhar com papéis com excesso de umidade é um dos principais causadores de atolamento de papel nos equipamentos de impressão. Se isso acontecer com você fique tranquilo e siga este passo a passo:

  1. Desligue a impressora;
  2. Abra a tampa de saída do papel. E caso haja necessidade retire o cartucho de toner;
  3. Segure o papel preso com suas mãos;
  4. Puxe o papel lentamente para não rasgá-lo e puxe-o para fora;
  5. Certifique-se de que todos os papéis presos foram removidos;
  6. Feche a tampa de saída de papel, em seguida, ligue a impressora, coloque o papel e tente imprimir novamente.

Algumas impressoras têm portinholas (geralmente na parte traseira) destinadas a facilitar a remoção do papel atolado. Já outras permitem diminuir a pressão do rolo, para que as folhas possam ser retiradas mais facilmente. Seja como for, jamais utilize ferramentas ou quaisquer objetos que possam danificar os componentes do aparelho.

Bem, pessoal o post vai ficando por aqui e espero que tenham gostado.

Forte abraço!

voltar
Buscar